Quer diminuir o turnover? 6 dicas da Umentor para você!

Como está a retenção de talentos em sua empresa? A rotatividade de funcionários ou turnover é o fluxo de entradas e saídas de funcionários em uma empresa. Esse índice é calculado a partir da relação entre o desligamento e a admissão de novos colaboradores.

 

Quando os funcionários não são retidos, você gasta mais tempo e dinheiro do que deveria ser necessário. E é por isso que a melhor estratégia para qualquer organização é a retenção de talentos. 

 

Saber como diminuir o turnover é essencial para qualquer negócio, a fim de manter os melhores profissionais no quadro de colaboradores, apresentar um diferencial competitivo e garantir uma boa saúde financeira.

 

Diferentes fatores podem contribuir para a rotatividade tais como, falta de plano de carreira, rigidez de horários, má gestão, falta de engajamento entre outros. Sendo assim, analisar o que tem feito mais profissionais buscarem outro ambiente para trabalhar é um passo importante para reduzir esse problema.

 

Mas que tal adotar algumas medidas que ajudam a diminuir o turnover de maneira prática e eficiente? A seguir, vamos mostrar 6 ótimos exemplos. 

 

  1. Preocupe-se com o clima organizacional

 

Um ambiente de trabalho precisa ser satisfatório para todos. Conflitos e estresse cotidianos favorecem o desgaste emocional e são fatores importantes na decisão de continuar ou sair de uma empresa. É por isso que melhorar o clima organizacional deve ser uma das prioridades de um negócio quando o assunto é reduzir o turnover.

 

Para isso, é interessante considerar as questões físicas e subjetivas. O ideal é que a dinâmica de trabalho seja colaborativa e sem incentivo à competição. Além disso, um ambiente confortável e com os materiais necessários para desempenhar as funções faz toda a diferença.

 

Faça pesquisas de clima constantemente para entender melhor o contexto dos colaboradores. 

 

Veja aqui: Benefícios da pesquisa de clima organizacional.

 

Na plataforma da Umentor você conta com templates prontos para auxiliar os processos de Avaliação de Desempenho, Pesquisa de Clima e Avaliações de Lideranças. 



  1. Faça um processo seletivo assertivo

 

A seleção de profissionais que estejam alinhados com os objetivos da empresa também é uma maneira de evitar a rotatividade logo no início da contratação de novos talentos. Por esse motivo, contar com um processo seletivo bem elaborado é outro passo fundamental.

 

Aprimorar a descrição da vaga, selecionar candidatos que atendam aos critérios preferidos da empresa e ter uma boa comunicação nas etapas de recrutamento são alguns exemplos de como melhorar o processo de seleção.

 

Para fazer isso, surge a importância das RH techs e dos softwares de recrutamento e seleção. O ponto de partida do software de recrutamento e seleção de pessoas é a gestão do processo de ponta a ponta. Todas as etapas e as tarefas são centralizadas. A digitalização é o primeiro recurso relevante. Ao eliminar planilhas, vários currículos impressos e outros processos analógicos, liberamos os especialistas do RH para a análise dos candidatos.

 

As inovações começam na abertura de vagas. No software da Umentor, por exemplo, o próprio gestor do departamento pode abrir uma requisição e participar ativamente do processo seletivo. 

 

Veja aqui: Software de recrutamento e seleção: quais as vantagens para a empresa

 

A retenção de talentos começa com a contratação dos funcionários certos. Você provavelmente contrata funcionários com fortes habilidades que correspondem à posição aberta. Mas, quão bem seus funcionários se encaixam na cultura da sua empresa?

 

Funcionários que não se encaixam no ambiente de trabalho, não se dão bem com seus colegas e se sentem solitários. Um excelente candidato que não combina com os comportamentos e a cultura da sua empresa não ficará por muito tempo. 



  1. Crie planos de desenvolvimento de carreira

 

Um ambiente de trabalho que oferece suporte ao desempenho e que se mostra como um apoio para o crescimento de cada profissional costuma se tornar o favorito. É por isso que os planos de desenvolvimento de carreira também devem fazer parte da gestão da empresa.

 

Oferecer aos colaboradores a oportunidade de obter mais conhecimento, receber promoções e desenvolver habilidades profissionais faz com que eles se sintam motivados e melhorem o engajamento. Consequentemente, reduz-se também o índice de rotatividade, além de haver um aumento da produtividade.

 

Veja aqui: Como criar um plano de carreira e manter seus melhores colaboradores em 2022

Veja aqui: O que é Plano de Desenvolvimento individual (PDI) e como desenvolver?

 

  1. Conte com lideranças mais humanas e empáticas

 

O problema, em alguns casos, pode ser o modo como os líderes agem com os demais profissionais. Posturas e decisões pouco empáticas acabam por inibir ótimos colaboradores, diminuindo, inclusive, os multiplicadores internos.

 

Desse modo, é fundamental investir em uma liderança engajada e inspiradora. Gestores que valorizam a atuação dos funcionários e que oferecem o apoio necessário na delegação de tarefas contribuem para equipes mais produtivas e comprometidas.

 

Veja aqui: Habilidades de liderança: como estimular essa soft skill nos gestores de equipe?

 

  1. Dê feedbacks positivos

 

Seus funcionários precisam de incentivo e reconhecimento. Quando os funcionários fazem algo certo, mostre seu apreço. Quando eles terminarem um projeto grande e difícil ou enviarem um projeto antes do prazo, parabenize-os. 

 

Agora, não sinta que precisa elogiar os funcionários por tudo o que eles fazem. Você não precisa elogiar os funcionários por pequenas tarefas diárias. Mas, quando os funcionários realmente fizerem algo digno de parabéns!

 

O objetivo aqui é criar um ambiente de trabalho encorajador e positivo. Quando os funcionários se sentem respeitados, reconhecidos, desejados e motivados, é mais provável que permaneçam. O melhor de tudo é que esse método para diminuir a rotatividade é gratuito. Você apenas tem que usar suas palavras.

 

Veja aqui: Por que o feedback é importante para as lideranças?

 

  1. Ofereça treinamentos

 

Quando o ambiente de trabalho reforça uma cultura de aprendizagem, mais colaboradores se sentem atraídos e motivados. É por isso que oferecer treinamentos e capacitação profissional também é uma atitude benéfica.



A educação corporativa é um processo que visa articular de maneira coerente e eficaz as competências individuais dos colaboradores no contexto mais amplo da organização, visando a inovação e os bons resultados. Com a educação corporativa, é possível promover a gestão de conhecimento. Isso permite transformar, progredir e consolidar conhecimentos essenciais para o desenvolvimento da organização como um todo.

 

Associada a este resultado, ela fornece uma rede de conhecimento bem estruturada, com a possibilidade de gerar crescimento profissional e maior índices de produtividade

 

Veja aqui:O que é Educação corporativa: como implementar e quais são seus principais benefícios?

Veja aqui: Como engajar os colaboradores nos treinamentos?

 

Com isso, é possível melhorar a base de conhecimento, fortalecer a confiança da empresa e otimizar processos internos. Como consequência, é possível solucionar diversos problemas que podem interferir no crescimento sustentável do negócio, como diminuir o turnover e aumentar o engajamento das equipes.

 

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de compartilhar! 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Últimas Notícias

Você merece uma equipe engajada

Número de funcionários:
Atualmente sou:

Você merece uma equipe engajada

A jornada completa do seu colaborador, recrutamento e seleção, avaliação de desempenho e universidade corporativa em um único lugar!

Número de funcionários:
Atualmente sou: